Seu navegador não suporta ou está com o JavaScript desabilitado, por conta disso, pode ocorrer falhas nesse site.

Com pesquisa de Natal, ACE Jundiaí lança Instituto

23/12/2020

Dados sobre a percepção de empresários e consumidores em relação ao Natal marcam o lançamento do Instituto de Pesquisa da Associação Comercial Empresarial (ACE) de Jundiaí. O projeto visa identificar perfil de consumo e apoiar os empresários com pesquisas situacionais e contextuais de mercado e economia e assim contribuir com a elaboração de estratégias e ações a partir de dados coletados entre comerciantes e consumidores em épocas específicas do ano.

Segundo o presidente da ACE, Mark William Ormenese Monteiro, a ideia é ter um polo de tecnologia capaz de processar dados coletados e cruzar com outras bases existentes, incluindo as públicas, para melhorar os prognósticos a respeito de tendências de consumo, formas de pagamentos, valores de prestação, preferências e hábitos do cidadão jundiaiense e de outras cidades que fazem compras no comércio de Jundiaí.  “Acreditamos que com esses estudos poderemos traçar um quadro do consumidor e do empresário para que sejam criados e executados planos que fomentem e melhorem o comércio e façam com que o consumidor perceba que a cidade de Jundiaí é um excelente local para realizar suas compras e buscar preços e conveniência”, explica.

Com o Instituto a ACE realizará pesquisas em datas específicas e importantes para o comércio como Dia das Mães, dos Namorados, dos Pais, das Crianças, Black Friday e Natal, ou em qualquer época necessária provocada por eventos extraordinários, como por exemplo o monitoramento do comércio por conta do coronavírus.

Segundo o cientista de dados Artur Marques, responsável pela estruturação do Instituto, os dados coletados são anonimizados, de forma a não identificar o participante, conforme a LGPD (Lei de Proteção de Dados Pessoais). “Todavia estes dados nos permitem entender o fluxo, a renda e a distribuição territorial. Com isso ajudaremos o comércio local com informações que não são baseadas em presunções ou por indicativos empíricos”, explica. “Teremos informação orientada por dados e, consequentemente, decisões baseadas nestes dados.”

Os dados das pesquisas ficarão à disposição do comerciante para consumo em uma ferramenta tecnológica para visualização com restrições e logs exigidos conforme a legislação da Lei Geral de Proteção de Dados.

SOBRE A PESQUISA DE NATAL

A pesquisa do Instituto da ACE foi realizada na primeira semana de dezembro com 272 comerciantes e mostrou que 33,82% estavam otimistas com relação ao Natal; 48,90% tinham expectativa moderada e somente 17,28% estavam pessimistas.

Além de entrevistar lojistas, a Associação Comercial também entrevistou  1.056 consumidores em diferentes pontos de Jundiaí, no Centro e nos bairros das pessoas que demonstraram intenção de compra, a maioria citou que pretendiam comprar sapatos e brinquedos. Também apareceram como opções de presente: eletrodomésticos, acessórios, eletrônicos, cosméticos e cama, mesa e banho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *